#chegadecorrupção

Missão brasileira de ajuda enviada ao Líbano retorna ao Brasil; Temer e Skaf desembarcam em SP

O ex-presidente, Michel Temer, retornou do Líbano a São Paulo neste sábado (15). Ele chefiou a missão oficial brasileira que ofereceu ajuda aos libaneses após a grande explosão no porto de Beirute, que deixou cerca de 170 mortos e mais de 4 mil feridos.

O ex-presidente, Michel Temer, retornou do Líbano a São Paulo neste sábado (15). Ele chefiou a missão oficial brasileira que ofereceu ajuda aos libaneses após a grande explosão no porto de Beirute, que deixou cerca de 170 mortos e mais de 4 mil feridos.

Os aviões da missão humanitária deixaram a capital do Líbano no início da tarde da sexta-feira (14), horário de Brasília, e chegaram ao Brasil neste sábado. Eles fizeram paradas técnicas na Ilha do Sal, em Cabo Verde, em Valência, na Espanha, e em Fortaleza.

Os aviões da missão humanitária deixaram a capital do Líbano no início da tarde da sexta-feira (14), horário de Brasília, e chegaram ao Brasil neste sábado. Eles fizeram paradas técnicas na Ilha do Sal, em Cabo Verde, em Valência, na Espanha, e em Fortaleza.

A comitiva se separou em Fortaleza. Temer e o presidente da Fiesp e do Ciesp, Paulo Skaf, seguiram para São Paulo, enquanto o senador Nelson Trad e o chefe de assuntos estratégicos, Almirante Flavio Rocha, seguiram para Brasília.

A comitiva se separou em Fortaleza. Temer e o presidente da Fiesp e do Ciesp, Paulo Skaf, seguiram para São Paulo, enquanto o senador Nelson Trad e o chefe de assuntos estratégicos, Almirante Flavio Rocha, seguiram para Brasília.

Em um vídeo postado nas redes sociais, Temer disse que, após visitar o local da explosão, ficou “impactado pela tragédia, uma tristeza absoluta”. Ele informou que o governo brasileiro, junto da comunidade libanesa no Brasil, enviará outros carregamentos com ajuda ao Líbano.

Em um vídeo postado nas redes sociais, Temer disse que, após visitar o local da…

Continue lendo na fonte

Comentários