#chegadecorrupção

Moro diz que não cabia a ele obstruir investigação da Justiça a fim de ajudar Bolsonaro

O ex-ministro Sergio Moro afirmou na noite desta sexta-feira (22), por meio de mensagem publicada em uma rede social, que não cabia a ele, como ministro da Justiça e Segurança Pública, interferir em investigações da Justiça estadual para ajudar o presidente Jair Bolsonaro e os filhos dele.

O ex-ministro Sergio Moro afirmou na noite desta sexta-feira (22), por meio de mensagem publicada em uma rede social, que não cabia a ele, como ministro da Justiça e Segurança Pública, interferir em investigações da Justiça estadual para ajudar o presidente Jair Bolsonaro e os filhos dele.

Antes de Moro publicar a mensagem, Bolsonaro havia dito no Palácio da Alvorada que pediu ajuda ao ex-ministro para que o ajudasse a “não ser chantageado”.

Antes de Moro publicar a mensagem, Bolsonaro havia dito no Palácio da Alvorada que pediu ajuda ao ex-ministro para que o ajudasse a “não ser chantageado”.

Bolsonaro se referia a uma suposta tentativa de armação contra ele e os filhos, que, segundo afirmou, seriam alvos de busca e apreensão. O presidente não explicou quando nem em qual circunstância isso teria acontecido. Disse que descobriu o que estava “sendo armado” graças a amigos policiais civis e militares.

Bolsonaro se referia a uma suposta tentativa de armação contra ele e os filhos, que, segundo afirmou, seriam alvos de busca e apreensão. O presidente não explicou quando nem em qual circunstância isso teria acontecido. Disse que descobriu o que estava “sendo armado” graças a amigos policiais civis e militares.

Na rede social, Moro escreveu: “Não cabe também ao Ministro da Justiça obstruir investigações da Justiça Estadual, ainda que envolvam supostos crimes dos filhos do Presidente. As únicas buscas da Justiça Estadual que conheço deram-se sobre um filho e um amigo em dezembro de 2019 e não cabia a mim impedir”.

Na rede social, Moro escreveu: “Não cabe também ao Ministro da Justiça obstruir investigações da Justiça…

Continue lendo na fonte

Comentários