#chegadecorrupção

Obras de recuperação do Espírito Santo custarão R$ 667 milhões, estima governador

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, apresentou nesta segunda-feira (3), em Brasília, uma lista de R$ 667 milhões em obras necessárias para reconstruir o estado após as fortes chuvas de janeiro.

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, apresentou nesta segunda-feira (3), em Brasília, uma lista de R$ 667 milhões em obras necessárias para reconstruir o estado após as fortes chuvas de janeiro.

Segundo o governador, dentre as obras listadas, a prioridade será a reconstrução de pontes e de habitações.

Segundo o governador, dentre as obras listadas, a prioridade será a reconstrução de pontes e de habitações.

“São duas ações importantes [pontes e habitações] para que a gente possa dar tráfego e fluxo e acolher as pessoas”, afirmou o governador após reunião com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto.

“São duas ações importantes [pontes e habitações] para que a gente possa dar tráfego e fluxo e acolher as pessoas”, afirmou o governador após reunião com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto.

Segundo Casagrande, são 221 pontes e 600 habitações com um custo estimado de R$ 130 milhões.

Segundo Casagrande, são 221 pontes e 600 habitações com um custo estimado de R$ 130 milhões.

Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro disse que o governo federal vai liberar crédito de R$ 892 milhões para Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, estados prejudicados pelas chuvas em janeiro.

Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro disse que o governo federal vai liberar crédito de R$ 892 milhões para Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, estados prejudicados pelas chuvas em janeiro.

Após a reunião, o ministro do Desenvolvimento Regional lembrou que o recurso a ser liberado é para dar assistência a todos os estados. Segundo Canuto, os projetos apresentados ao governo federal serão analisados e o dinheiro será disponibilizado no…

Continue lendo na fonte

Comentários