#chegadecorrupção

Brasil diz considerar 'pertinente' nova eleição na Bolívia após OEA apontar fraude em votação

Em nota divulgada neste domingo (10), o Ministério das Relações Exteriores do Brasil expressou “profunda preocupação” o relatório divulgado pela Organização dos Estados Americanos (OEA) no qual a entidade aponta irregularidades na eleição presidencial da Bolívia do dia 20 de outubro, quando Evo Morales foi eleito em primeiro turno.

Em nota divulgada neste domingo (10), o Ministério das Relações Exteriores do Brasil expressou “profunda preocupação” o relatório divulgado pela Organização dos Estados Americanos (OEA) no qual a entidade aponta irregularidades na eleição presidencial da Bolívia do dia 20 de outubro, quando Evo Morales foi eleito em primeiro turno.

No texto, o Itamaraty disse considerar “pertinente” a convocação de novas eleições, conforme anunciado por Morales após a divulgação do relatório da OEA.

No texto, o Itamaraty disse considerar “pertinente” a convocação de novas eleições, conforme anunciado por Morales após a divulgação do relatório da OEA.

“[O Brasil] expressa profunda preocupação com as graves irregularidades ali apontadas, que desqualificam o pleito e levam à necessidade de convocação de um novo processo eleitoral”, diz o governo brasileiro.

“[O Brasil] expressa profunda preocupação com as graves irregularidades ali apontadas, que desqualificam o pleito e levam à necessidade de convocação de um novo processo eleitoral”, diz o governo brasileiro.

“O Brasil considera pertinente a convocação de novas eleições gerais em resposta às legítimas complementa o Itamaraty.

“O Brasil considera pertinente a convocação de novas eleições gerais em resposta às legítimas complementa o Itamaraty.

O ministério também defende na nota que o novo pleito seja presidido por “autoridades reconhecidas por sua honorabilidade e credibilidade”, além da observação internacional em todas as etapas do processo.

O ministério também defende na nota que o novo pleito seja presidido por…

Continue lendo na fonte

Comentários