#chegadecorrupção

Câmara aprova remanejar R$ 3 bi no orçamento do governo; falta de senadores encerra sessão

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (8) o texto-base da proposta que remaneja R$ 3 bilhões no orçamento do governo federal. A conclusão da votação do projeto, porém, foi adiada porque a sessão foi encerrada por falta de quórum entre os senadores.

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (8) o texto-base da proposta que remaneja R$ 3 bilhões no orçamento do governo federal. A conclusão da votação do projeto, porém, foi adiada porque a sessão foi encerrada por falta de quórum entre os senadores.

Esse tipo de projeto deve ser analisado em sessão conjunta, e como só havia 37 senadores no plenário (são exigidos pelo menos 41 dos 81), os trabalhos foram encerrados. Uma nova sessão deverá ser marcada.

Esse tipo de projeto deve ser analisado em sessão conjunta, e como só havia 37 senadores no plenário (são exigidos pelo menos 41 dos 81), os trabalhos foram encerrados. Uma nova sessão deverá ser marcada.

De acordo com o projeto, serão contemplados os seguintes ministérios:

De acordo com o projeto, serão contemplados os seguintes ministérios:

  • Desenvolvimento Regional: R$ 1 bilhão
  • Saúde: R$ 732 milhões
  • Defesa: R$ 540,7 milhões
  • Agricultura: R$ 421 milhões
  • Educação: R$ 230 milhões
  • Cidadania: R$ 116,8 milhões

Ainda conforme o projeto, os recursos serão usados, por exemplo:

Ainda conforme o projeto, os recursos serão usados, por exemplo:

  • Desenvolvimento Regional: Estruturação e dinamização de atividades produtivas; apoio a projetos de desenvolvimento sustentável; e para a Política Nacional de Desenvolvimento Urbano.
  • Saúde: Obras de saneamento e manutenção de unidades de saúde, serviços de atenção básica e assistência ambulatorial e hospitalar.
  • Defesa: Compra de helicópteros e aviões e implantação de programas de defesa estratégica, entre outros.

Origem dos recursos

A verba a ser remanejada será transferida de outros 13 ministérios:

A verba a ser…

Continue lendo na fonte

Comentários