#chegadecorrupção

Resistindo aos freios da democracia

A trama do primeiro-ministro Boris Johnson, ou BoJo, para romper o equilíbrio constitucional britânico é cada vez mais espessa. Cercado por medidas aprovadas pelo parlamento e sancionadas pela rainha, que desarticularam seu plano de uma saída sem negociação da União Europeia, ele agora diz que está procurando uma forma de elidir as leis. Como um Hulk, o monstro verde de raiva que faz o bem por acaso, destruindo tudo em seu caminho. Não é minha a metáfora pobre. É dele próprio, que diz ser o Hulk e, como ele, sempre encontra uma saída. No caso, um meio de desobedecer às leis recém-aprovadas. O erro maior da comparação é o uso inapropriado do verbo encontrar. Hulk não encontra sempre a saída, ele demole o que estiver à sua frente para sair.

A trama do primeiro-ministro Boris Johnson, ou BoJo, para romper o equilíbrio constitucional britânico é cada vez mais espessa. Cercado por medidas aprovadas pelo parlamento e sancionadas pela rainha, que desarticularam seu plano de uma saída sem negociação da União Europeia, ele agora diz que está procurando uma forma de elidir as leis. Como um Hulk, o monstro verde de raiva que faz o bem por acaso, destruindo tudo em seu caminho. Não é minha a metáfora pobre. É dele próprio, que diz ser o Hulk e, como ele, sempre encontra uma saída. No caso, um meio de desobedecer às leis recém-aprovadas. O erro maior da comparação é o uso inapropriado do verbo encontrar. Hulk não encontra sempre a saída, ele demole o que estiver à sua frente para sair.

Terra arrasada é o que aparece no relatório oficial sobre o impacto de uma saída sem negociação da UE (no deal Brexit), que Boris Johnson viu-se forçado a divulgar na semana passada. O primeiro-ministro recusava-se a tornar público o relatório oficial de calamidades previstas. O parlamento exigiu a divulgação e o que se viu foi a confirmação oficial da catástrofe anunciada por numerosos economistas. Recessão, perda de renda,…

Continue lendo na fonte

Comentários