#chegadecorrupção

Governo busca receitas extraordinárias para dar fôlego a ministérios sem verbas

Pressionada a liberar recursos para os ministérios, a equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, vai buscar fontes de receitas extraordinárias para dar fôlego a órgãos sem verbas. A ideia é listar o que pode gerar dinheiro ainda neste ano sem passar por aumento de imposto e aumento do endividamento público, saídas descartadas pelo Ministério da Economia.

Pressionada a liberar recursos para os ministérios, a equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, vai buscar fontes de receitas extraordinárias para dar fôlego a órgãos sem verbas. A ideia é listar o que pode gerar dinheiro ainda neste ano sem passar por aumento de imposto e aumento do endividamento público, saídas descartadas pelo Ministério da Economia.

Em alguns ministérios, falta dinheiro até para bancar despesas básicas de funcionamento. Por isso, nos últimos dias, a equipe de Paulo Guedes tem sido pressionada, não só por ministros, mas também por políticos da base aliada para abrir as torneiras do Tesouro.

Em alguns ministérios, falta dinheiro até para bancar despesas básicas de funcionamento. Por isso, nos últimos dias, a equipe de Paulo Guedes tem sido pressionada, não só por ministros, mas também por políticos da base aliada para abrir as torneiras do Tesouro.

A resposta é uma só: não há dinheiro no caixa neste momento. Os assessores do ministro da Economia dizem que tanto ministros como aliados no Congresso podem ajudar aprovando medidas que gerem receita extraordinária ainda em 2019.

A resposta é uma só: não há dinheiro no caixa neste momento. Os assessores do ministro da Economia dizem que tanto ministros como aliados no Congresso podem ajudar aprovando medidas que gerem receita extraordinária ainda em 2019.

Privatizações

Uma das fontes é a privatização de estatais, destaca um assessor, tema que fará parte das reuniões da equipe e já tem sido discutido com aliados no Congresso.

Uma das fontes é a privatização de estatais,…

Continue lendo na fonte

Comentários