#chegadecorrupção

Coaf integrará unidade de inteligência financeira se for transferido para o Banco Central

A eventual transferência do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Economia para o Banco Central representará mais que uma mudança de endereço: o Coaf passará a integrar uma unidade de inteligência financeira do BC.

A eventual transferência do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Economia para o Banco Central representará mais que uma mudança de endereço: o Coaf passará a integrar uma unidade de inteligência financeira do BC.

Mais cedo, nesta sexta-feira (9), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a eventual transferência visa livrar o órgão do “jogo político”.

Mais cedo, nesta sexta-feira (9), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a eventual transferência visa livrar o órgão do “jogo político”.

Quando assumiu o governo, Bolsonaro transferiu o Coaf do extinto Ministério da Fazenda para o Ministério da Justiça, por meio de uma medida provisória que reestruturou o governo.

Quando assumiu o governo, Bolsonaro transferiu o Coaf do extinto Ministério da Fazenda para o Ministério da Justiça, por meio de uma medida provisória que reestruturou o governo.

Ao analisar a MP, o Congresso devolveu o Coaf para o novo Ministério da Economia.

A ideia de transferir o órgão para o Banco Central surgiu justamente no Ministério da Economia e conta com a simpatia do presidente do BC, Roberto Campos Neto.

A ideia de transferir o órgão para o Banco Central surgiu justamente no Ministério da Economia e conta com a simpatia do presidente do BC, Roberto Campos Neto.

O objetivo de integrantes do governo é incluir a mudança no projeto que trata da autonomia do Banco Central. A proposta prevê, por exemplo, mandato de quatro anos para o presidente da instituição, não coincidente com o do presidente da República.

O objetivo de integrantes do governo é incluir a mudança no

Continue lendo na fonte

Comentários