#chegadecorrupção

Governador do DF diz que estados querem ser incluídos na reforma da Previdência

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), disse nesta terça-feira (6), após participar de uma reunião de governadores em Brasília, que os estados querem ser incluídos na reforma da Previdência.

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), disse nesta terça-feira (6), após participar de uma reunião de governadores em Brasília, que os estados querem ser incluídos na reforma da Previdência.

Estavam presentes no encontro governadores ou vice-governadores dos 26 estados e do Distrito Federal.

Estavam presentes no encontro governadores ou vice-governadores dos 26 estados e do Distrito Federal.

A reforma da Previdência, na versão enviada pelo governo federal ao Congresso, estendia as novas regras de aposentadoria para estados e municípios. No entanto, por falta de acordo entre as bancadas estaduais, a inclusão foi derrubada durante a tramitação do texto na Câmara.

A reforma da Previdência, na versão enviada pelo governo federal ao Congresso, estendia as novas regras de aposentadoria para estados e municípios. No entanto, por falta de acordo entre as bancadas estaduais, a inclusão foi derrubada durante a tramitação do texto na Câmara.

A Câmara aprovou a reforma em primeiro turno e deve concluir o segundo turno nesta semana. Com isso, o texto vai para o Senado e a possibilidade de inclusão de estados e municípios voltou a ser discutida.

A Câmara aprovou a reforma em primeiro turno e deve concluir o segundo turno nesta semana. Com isso, o texto vai para o Senado e a possibilidade de inclusão de estados e municípios voltou a ser discutida.

“Por unanimidade, [os governadores] entenderam apoiar o texto proposto pelo Senado, incluindo os estados e municípios”, afirmou Ibaneis.

“Por unanimidade, [os governadores] entenderam apoiar o texto proposto pelo Senado, incluindo os estados e municípios”, afirmou Ibaneis.

De acordo com o governador, chegou-se à conclusão de que o “caminho mais fácil” para…

Continue lendo na fonte

Comentários