#chegadecorrupção

Presidente de comissão no Senado diz que governo não pode 'brincar' se quiser aprovar Eduardo

O presidente da comissão de Relações Exteriores do Senado, Nelson Trad (PSD-MS), disse ao blog nesta segunda-feira (22) que o governo “não pode brincar” se quiser que a indicação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para assumir embaixada nos Estados Unidos siga em frente.

O presidente da comissão de Relações Exteriores do Senado, Nelson Trad (PSD-MS), disse ao blog nesta segunda-feira (22) que o governo “não pode brincar” se quiser que a indicação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para assumir embaixada nos Estados Unidos siga em frente.

A possível indicação é tema de falas do presidente Jair Bolsonaro desde o início deste mês. Até o momento, ele não formalizou a indicação, que precisa ser chancelada pelo Senado.

A possível indicação é tema de falas do presidente Jair Bolsonaro desde o início deste mês. Até o momento, ele não formalizou a indicação, que precisa ser chancelada pelo Senado.

“Se o governo quer que a indicação vá para frente, não pode brincar. Precisa enviar a indicação o quanto antes. Até porque esta matéria passará à frente da Previdência no Senado. A Previdência ainda vai demorar um tempo na Câmara”, afirmou o senador.

“Se o governo quer que a indicação vá para frente, não pode brincar. Precisa enviar a indicação o quanto antes. Até porque esta matéria passará à frente da Previdência no Senado. A Previdência ainda vai demorar um tempo na Câmara”, afirmou o senador.

Trad defende que o governo federal envie o quanto antes a mensagem presidencial sobre a indicação, de preferência, segundo ele, ainda no recesso parlamentar. Motivo: senadores voltam às suas bases eleitorais nas férias e, a depender da pressão do eleitorado, podem voltar aos trabalhos decididos a não apoiar o desgaste da indicação de Eduardo.

Trad defende que o governo federal envie o quanto antes a mensagem presidencial sobre a indicação, de preferência, segundo ele, ainda no recesso…

Continue lendo na fonte

Comentários