#chegadecorrupção

Lava Jato diz que só acessou documento que cita Toffoli após publicação de reportagens

O inquérito que inclui documento que embasou reportagens censuradas da revista “Crusoé” e do site “O Antagonista” foi acessado por procuradores do Ministério Público Federal (MPF) após a publicação dos veículos de comunicação, de acordo com a força-tarefa da Operação Lava Jato.

O inquérito que inclui documento que embasou reportagens censuradas da revista “Crusoé” e do site “O Antagonista” foi acessado por procuradores do Ministério Público Federal (MPF) após a publicação dos veículos de comunicação, de acordo com a força-tarefa da Operação Lava Jato.

As reportagens, que tiveram a censura revogada nesta quinta-feira (18), citam o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli. Na segunda-feira (15), o ministro Alexandre de Moraes havia determinado que o site e a revista retirassem os conteúdos do ar.

As reportagens, que tiveram a censura revogada nesta quinta-feira (18), citam o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli. Na segunda-feira (15), o ministro Alexandre de Moraes havia determinado que o site e a revista retirassem os conteúdos do ar.

Moraes tinha considerado a reportagem da “Crusoé” um “típico exemplo de fake news” porque a Procuradoria-Geral da República (PGR) afirmou que não havia recebido documento que comprovaria que Toffoli era o personagem apelidado de “amigo do amigo de meu pai” em um e-mail trocado entre o empresário Marcelo Odebrecht e dois executivos da construtora, ao contrário do que afirmou a revista.

Moraes tinha considerado a reportagem da “Crusoé” um “típico exemplo de fake news” porque a Procuradoria-Geral da República (PGR) afirmou que não havia recebido documento que comprovaria que Toffoli era o personagem apelidado de “amigo do amigo de meu pai” em um e-mail trocado entre o empresário Marcelo Odebrecht e dois executivos da construtora, ao contrário do que afirmou a revista.

Nesta quinta, o MPF divulgou uma nota na tentativa de afastar especulações…

Continue lendo na fonte

Comentários