#chegadecorrupção

Ministra da Agricultura reage a planos da área econômica; CT do Flamengo recebeu benefícios fiscais. Jornais de segunda (11)

Em sua manchete, O Estado de S.Paulo informa que a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, se mostrou contrária aos planos da equipe econômica do governo de cortar as linhas de crédito com taxas subsidiadas para o agronegócio.

Em sua manchete, O Estado de S.Paulo informa que a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, se mostrou contrária aos planos da equipe econômica do governo de cortar as linhas de crédito com taxas subsidiadas para o agronegócio.

Segundo Tereza Cristina, um “desmame radical” dos subsídios pode desequilibrar o agronegócio, responsável por 20% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil.

Segundo Tereza Cristina, um “desmame radical” dos subsídios pode desequilibrar o agronegócio, responsável por 20% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil.

De acordo com o matutino, o clima de tensão aumentou após declarações de Rubens Novaes, presidente do Banco do Brasil, de que o “grosso da atividade rural” pode ser financiado com taxas de mercado.

De acordo com o matutino, o clima de tensão aumentou após declarações de Rubens Novaes, presidente do Banco do Brasil, de que o “grosso da atividade rural” pode ser financiado com taxas de mercado.

Em entrevista, a ministra também afirmou que não é contra a aproximação do Brasil com os Estados Unidos, mas afirma que o mercado chinês não deve ser menosprezado. “Ministra da Agricultura ataca ‘desmame radical” de subsídio”, sublinha a manchete do Estadão.

Em entrevista, a ministra também afirmou que não é contra a aproximação do Brasil com os Estados Unidos, mas afirma que o mercado chinês não deve ser menosprezado. “Ministra da Agricultura ataca ‘desmame radical” de subsídio”, sublinha a manchete do Estadão.

A Folha de S.Paulo destaca que o o centro de treinamento Ninho do Urubu, onde aconteceu o incêndio que deixou 10 vítimas na última semana, recebeu um benefício de renúncia fiscal do estado do Rio de Janeiro no valor de R$ 10,4 milhões.

A Folha de…

Continue lendo na fonte

Comentários