#chegadecorrupção

Governista vence no Senado após tumulto e desistência de Renan; Comunidades com medo de barragens. Jornais de domingo (3)

Os principais jornais repercutem a eleição para a presidência do Senado realizada neste sábado (2). O Estado de S.Paulo enfatiza que o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), aliado do ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil), venceu a disputa após uma sessão longa e tumultuada. O matutino mostra que o novo presidente teve 42 de 77 votos.

Os principais jornais repercutem a eleição para a presidência do Senado realizada neste sábado (2). O Estado de S.Paulo enfatiza que o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), aliado do ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil), venceu a disputa após uma sessão longa e tumultuada. O matutino mostra que o novo presidente teve 42 de 77 votos.

Renan Calheiros (MDB-AL) que, segundo o Estadão, era o nome preferido do ministro Paulo Guedes (Economia), desistiu da candidatura e não participou da votação. Como informou o blog, a maior bancada do Senado, o MDB, sai com uma fissura gigantesca e pode atrapalhar o avanço da agenda econômica do governo.

Renan Calheiros (MDB-AL) que, segundo o Estadão, era o nome preferido do ministro Paulo Guedes (Economia), desistiu da candidatura e não participou da votação. Como informou o blog, a maior bancada do Senado, o MDB, sai com uma fissura gigantesca e pode atrapalhar o avanço da agenda econômica do governo.

Apesar da vitória de Davi Alcolumbre ser considerada positiva para o governo Bolsonaro, o Estadão também afirma que o futuro das reformas é incerto. Para Paulo Guedes, o ideal seria ter Renan Calheiros na liderança do Senado. “Aliado de Onyx vence no Senado, mas futuro de reformas é incerto”, destaca a manchete do Estadão.

Apesar da vitória de Davi Alcolumbre ser considerada positiva para o governo Bolsonaro, o Estadão também afirma que o futuro das reformas é incerto. Para Paulo Guedes, o ideal seria ter Renan Calheiros na liderança do Senado. “Aliado de Onyx vence no Senado, mas futuro de reformas é incerto”, destaca a manchete do Estadão.

A Folha de S.Paulo…

Continue lendo na fonte

Comentários