#chegadecorrupção

Comportamento eleitoral: como os eleitores decidem seu voto?

Você já tentou compreender a razão para alguém votar em determinado candidato? Já ficou indignado ou sem entender por que um amigo ou familiar apoia um candidato? Aposto que sim! Com a polarização política nesse período anterior ao segundo turno, vemos muitas discussões, pessoalmente ou em redes sociais, sobre o comportamento eleitoral das pessoas ao nosso redor – questionando-o ou tentando entender suas origens.

Nesse texto, iremos discutir sobre como os eleitores se comportam nas eleições e o que interfere nesse comportamento. Esse assunto é muito importante para entendermos melhor como as estratégias de campanhas são construídas, as quais buscam causar efeitos específicos no público, que podem se refletir nas urnas. Além de nos ajudar a entender as escolhas das pessoas ao nosso redor, esse conceito nos permite refletir sobre a nossa própria escolha.

Para isso, devemos interpretar o que o dicionário diz sobre o que é comportamento. Existem duas definições importantes, a primeira é a de que é um conjunto de atitudes específicas de alguém diante de uma situação, tendo em conta seu ambiente, sociedade, sentimentos, etc.; a segunda é o estudo sistemático das reações individuais aos estímulos. Mas e comportamento eleitoral, o que é?

Para entendermos o que é o comportamento eleitoral, primeiramente precisamos compreender alguns modelos. Os modelos são como lentes, que permitem que a gente possa enxergar o comportamento dos(as) eleitores(as) a partir de visões diferenciadas. Alguns elementos têm sido estudados ao longo do tempo, como veremos a seguir:

O nosso primeiro par de lentes é o modelo sociológico (modelo da Columbia), o qual defende que o contexto social e político acaba por influenciar as decisões eleitorais, ou seja, características que se relacionam com a cultura, religião, economia, etnia ou razões ideológicas que diferenciam grupos sociais. A conjuntura política de um país, por exemplo, pode…

Continue lendo na fonte

Comentários