#chegadecorrupção

Bolsonaro sai em vantagem no segundo turno; PDT dá 'apoio crítico' ao PT. Jornais de quinta (11)

Os principais jornais brasileiros repercutem a pesquisa de intenção de votos para presidente divulgada pelo Datafolha nesta quarta (10) e mostram que Jair Bolsonaro (PSL) tem 58% dos votos válidos contra 42% de Fernando Haddad (PT). O Globo destaca que esta é a maior vantagem neste ponto da corrida presidencial desde 2002, quando o ex-presidente Lula foi eleito.

Os principais jornais brasileiros repercutem a pesquisa de intenção de votos para presidente divulgada pelo Datafolha nesta quarta (10) e mostram que Jair Bolsonaro (PSL) tem 58% dos votos válidos contra 42% de Fernando Haddad (PT). O Globo destaca que esta é a maior vantagem neste ponto da corrida presidencial desde 2002, quando o ex-presidente Lula foi eleito.

O matutino faz análise dos dados e afirma que os eleitores de Geraldo Alckmin (PSDB) e João Amoêdo (NOVO) migraram, em sua maioria, para Bolsonaro. Já os eleitores de Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede) transferiram seus votos, em sua maioria, para Haddad.

O matutino faz análise dos dados e afirma que os eleitores de Geraldo Alckmin (PSDB) e João Amoêdo (NOVO) migraram, em sua maioria, para Bolsonaro. Já os eleitores de Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede) transferiram seus votos, em sua maioria, para Haddad.

Na contagem de votos totais, incluídos os nulos, indecisos e votos em branco, Bolsonaro tem 49% e Haddad tem 36%. “Datafolha: Bolsonaro tem 58% e Haddad, 42%”, informa a manchete do Globo.

Na contagem de votos totais, incluídos os nulos, indecisos e votos em branco, Bolsonaro tem 49% e Haddad tem 36%. “Datafolha: Bolsonaro tem 58% e Haddad, 42%”, informa a manchete do Globo.

A Folha de S.Paulo também dá destaque à pesquisa e enfatiza que Bolsonaro é o preferido entre os eleitores mais ricos e mais escolarizados. Na análise por região, o candidato do PSL só perde para Haddad no Nordeste. O petista alcança 52% dos votos entre os nordestinos contra 32% de Bolsonaro.

A Folha de S.Paulo também dá…

Continue lendo na fonte

Comentários