#chegadecorrupção

Justificar voto: por que você deve evitar?

A cada dois anos – período entre uma eleição e outra –, o eleitorado deve comparecer às urnas para escolher seus representantes. Entretanto, nem todos os eleitores conseguem realizar tal tarefa. Como fazer, então, para justificar voto? Aliás, por que você deve evitar justificar voto? Aqui, vamos responder todas essas perguntas. Vem com a gente!

A justificativa de voto é realizada quando o eleitor ou eleitora está impossibilitado de comparecer ao seu domicílio eleitoral – cidade ou local que o eleitor possui algum tipo de vínculo – e não consegue votar em trânsito. Essa última alternativa citada serve para quem não estará em seu domicílio eleitoral no dia das eleições e não transferiu seu título de eleitor para o atual município. Você pode conferir mais sobre este assunto clicando aqui.

Todo eleitor possui o direito de justificar voto. Entretanto, essa prática também pode ser vista como a alternativa mais fácil para algumas situações, por exemplo quando o eleitor não deseja transferir seu título ou perdeu o prazo para o fazer. A mesma situação pode ser aplicada na alternativa de votar em trânsito.

Quer ficar por dentro de todas as datas referentes às eleições deste ano? Então não deixe de conferir nosso Calendário Eleitoral 2018!

Em toda eleição, ao escolhermos nossos representantes, também estamos exercendo a cidadania. Ao nos preocuparmos com quem está nos representando e defendendo pautas relevantes à sociedade, mostramos que queremos um país de melhores condições e que também estamos fazendo nossa parte. Quando você deixa de votar, automaticamente deixa de contribuir para a democracia do país. O voto, apesar de parecer uma ação simples, possui grandes consequências.

Veja bem, a questão principal não é o ato de precisar justificar voto, mas sim de não se empenhar para votar. Cabe à nós, cidadãos e cidadãs, exigir nossos direitos – como o direito ao voto, à saúde e a educação, por…

Continue lendo na fonte

Comentários

Leave a comment