#chegadecorrupção

Agência corrige informação sobre arquivamento de inquérito contra Temer, mas mantém que diretor da PF diz não haver indício de crime nem de pagamento de propina

A agência Reuters corrigiu informação segundo a qual o diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, disse em entrevista que arquivaria o inquérito contra o presidente Michel Temer no chamado inquérito dos portos. Segundo a agência, Segovia afirmou que a “tendência é que a PF arquive o caso”. Na entrevista, publicada na sexta-feira (9), o diretor da PF declarou que não há indício de crime na investigação contra o presidente e que as investigações até o momento não comprovaram ter havido pagamento de propina no caso.

A agência Reuters corrigiu informação segundo a qual o diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, disse em entrevista que arquivaria o inquérito contra o presidente Michel Temer no chamado inquérito dos portos. Segundo a agência, Segovia afirmou que a “tendência é que a PF arquive o caso”. Na entrevista, publicada na sexta-feira (9), o diretor da PF declarou que não há indício de crime na investigação contra o presidente e que as investigações até o momento não comprovaram ter havido pagamento de propina no caso.

Leia a seguir o texto atualizado pela agência na madrugada deste domingo (11):

Leia a seguir o texto atualizado pela agência na madrugada deste domingo (11):

O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, afirmou na sexta-feira, em entrevista exclusiva à Reuters, que não há indício de crime na investigação contra o presidente Michel Temer no chamado inquérito dos portos, indicando tendência de que a corporação recomende o arquivamento.

O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, afirmou na sexta-feira, em entrevista exclusiva à Reuters, que não há indício de crime na investigação contra o presidente Michel Temer no chamado inquérito dos portos, indicando tendência de que a corporação recomende o arquivamento.

Segundo o chefe da PF, até o momento as investigações não comprovaram que houve pagamento de propina por parte de…

Continue lendo na fonte

Comentários

Leave a comment